Arte e Design

Maya Angelou é homenageada em coleção da Barbie

  Lari Medeiros    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Taí um tipo de Barbie que eu gostaria de ser: Maya Angelou! Uma que se distancia (mesmo que levemente) de padrões irreais e inspira jovens meninas negras.

A escritora é um dos nomes mais relevantes na luta pelos direitos civis, e a mais recente homenageada pela coleção Mulheres Inspiradoras, da Mattel!

O anúncio se deu em comemoração ao Mês da História Negra, que acontece durante fevereiro, nos Estados Unidos.

Visual inspirado na verdadeira Maya Angelou

A boneca traz diversos detalhes da Angelou verdadeira, como por exemplo, o característico diastema. E além do figurino e acessórios inspirados na escritora, a Barbie traz nas mãos uma miniatura do livro “Eu Sei Por Que O Pássaro Canta na Gaiola”.

A autobiografia é um dos seus livros de maior sucesso. Nele, a ativista relata seus traumas e superações. E conta como é crescer e sobreviver em um país racista.

Maya Angelou é homenageada em coleção da Barbie

Maya Angelou é homenageada em coleção da Barbie

A coleção

Maya Angelou é a décima personalidade feminina representada na linha de bonecas. Contudo, ela não é a primeira negra. Quem ocupou este lugar foi a rainha do Jazz, Ella Fitzgerald, cuja representação da Barbie recebeu algumas críticas por não representar a cantora tão fielmente. O tom de pele mais claro e o afinamento do nariz foram algumas das causas das reclamações na época do lançamento.

“A coleção Mulheres Inspiradoras presta homenagem às heroínas incríveis de seu tempo; mulheres corajosas que assumiram riscos, mudaram regras e abriram caminho para que gerações de meninas sonhassem mais do que nunca. A boneca Barbie Maya Angelou está sendo apresentada para homenagear a história e o impacto do ativismo, trabalho e realizações da Dra. Maya Angelou”, diz o anúncio da Mattel.

A Barbie Maya Angelou já está disponível no site oficial da Mattel, mas até o momento ainda não chegou ao Brasil

Sobre Maya Angelou

Batizada como Marguerite Ann Johnson, foi 5 vezes vencedora do Grammy, indicada ao Prêmio Pullitzer, lutou ao lado de Martin Luther King Jr. e Malcom X.

Maya foi a primeira motorista de ônibus negra em São Francisco. Poetisa, historiadora, ativista, jornalista, professora, também foi a primeira mulher negra roteirista e diretora em Hollywood.

Lari Medeiros

Lari Medeiros

Jornalista, potterhead, leitora voraz e apaixonada por Tolkien. Viciada em séries, animes, programas de decoração, filmes do Tim Burton e do Studio Ghibli.

Todos os posts da Colaboradora »

Comenta aí!

expertautopecas.pt

Novidades por e-mail

Quer receber um boletim quinzenal com as principais novidades e produtos da nossa loja? Então assine nossa Newsletter abaixo. Não divulgaremos seu e-mail e não enviaremos SPAM, palavra de escoteira.