HQ'S

Mafalda ganha compilação com o tema feminismo

  Arieta Pheula    sexta-feira, 03 de maio de 2019

A HQ “Mafalda: Femenino Singular”, é uma publicação da editora Lumen e a ideia para o livro surgiu após imagens da personagem aparecerem em faixas durante manifestações feministas ocorridas na Espanha em 2018.

Mafalda, a garotinha contestadora criada pelo cartunista argentino Quino, foi criada em 1962 e passou a ser publicada regularmente a partir de 1964. O desenhista interrompeu a tira em 25 de Junho de 1973.

Mafalda fez poucas aparições depois disso.

O que podemos esperar desta nova compilação de Mafalda?

Depois de ganhar tradução para o guarani, as tirinhas da Mafalda conquistaram uma compilação totalmente dedicada ao feminismo.

Mafalda é uma personagem que mesmo nascida há mais de 50 anos, não deixa de ter reflexões bem atuais. Sempre contestadora, a personagem de Quino busca colocar o dedo na ferida e ressaltar algumas das contradições da nossa sociedade, ainda tão longe da igualdade de gênero.

Quino declarou recentemente sua afinidade com a luta feminista:

Sempre acompanhei as causas de direitos humanos em geral e dos direitos das mulheres em particular, a quem desejo sorte em suas reivindicações.

Desde sua concepção, Mafalda tem sido reflexiva e combativa em questões como maternidade, guerra e infância.

Mafalda: Femenino Singular, pretende mostrar o que faz da personagem um ícone da luta das mulheres.

Lola Albornoz, editora da Lumen e responsável pela antologia, explica que a ideia desta seleção surgiu com a imagem de Mafalda em faixas durante a manifestação feminista de 2018 na Espanha.

No trabalho de Quino há muita reflexão que pode contribuir para o movimento feminista.

É bom ressaltar que o feminismo aparece em alguns momentos em Mafalda, é possível organizar coletâneas temáticas diversas.

“O ruim da grande família humana é que todos querem ser o pai”

No site da Amazon já aparece em pré-venda, com o preço de R$ 58,13. O volume conta com 140 páginas, mas por enquanto só está disponível em espanhol.

Quadrinhos que você encontra na compilação:

Com um humor ácido, a menina pergunta o que a mãe acha sobre o movimento feminista, enquanto essa limpa a casa.

E brinca de bonecas para “levar passear o instinto” e não perde a oportunidade de criticar a masculinidade tóxica dos amiguinhos.

“Miguelito – Que estranho, Mafalda! Você brincando de mamãe?
Mafalda – Bom… é isso mesmo!
Mafalda – De vez em quando convém levar o instinto para passear um pouco”

“MAMÃE, QUE Futuro você vê a esse movimento pela liberação d….”

“E isso que os roteiristas das telenovelas têm a delicadeza de não mostrar os protagonistas quando as contas de luz, telefone, impostos municipais, gás, plano de saúde chegam no meio de seus dramas românticos”

“Susanita – Ai, ai! Como conversamos! E que delicioso seu chá, senhora Mafalda”
Mafalda – Obrigada, senhora Susanita
Susanita – E me conta: tem alguma fofoca sobre o que nos traz a moda para essa temporada?
Mafalda – Bem, segundo eu li… Parece que segue levando muita injustiça, claro que com umas bestialidades ao viés muito boas, isso sim!
Susanita – Não sei por que algumas pessoas se metem a brincar de senhoras se não sabem manter a idiossincrasia!”

“Manolito – E além disso, isso de que um cara deixe o cabelo comprido não é coisa de homem. Que piada!
Mafalda – Você me convenceu, Manolito. Realmente, há que ver como é masculino se preocupar com o comprimento do cabelo dos outros! Você vê? É disso que esse país precisa! Homens que se preocupem com temas transcendentais como esse… E não idiotas que se importem com o que é importante.”

Arieta Pheula

Arieta Pheula

Gaúcha e nerd. Apaixonada por marketing, All Star, café, cerveja, livros, Audrey Hepburn, canecas, design, clássicos do cinema, fotografia, camisetas, Friends, "catioros", MPB, propagandas, baralhos, novelas mexicanas e lápis de cor.

Todos os posts da Colaboradora »

Comenta aí!

Novidades por e-mail

Quer receber um boletim quinzenal com as principais novidades e produtos da nossa loja? Então assine nossa Newsletter abaixo. Não divulgaremos seu e-mail e não enviaremos SPAM, palavra de escoteira.