Ciência

Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência

  Ary Nicéia    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Você sabia que nos dias 10 e 11 de Fevereiro se comemora o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência? Você sabia também que, as mulheres são em minoria nessas áreas? E mais, tudo se relaciona com as nossas criações!

Segundo a Revista Galileu, essa data foi estabelecida durante um fórum sobre a saúde feminina a 4 anos atrás, organizado pela ONU em parceria com a Royal Academy of Science International Trust (RASIT), uma ONG que promove a educação de jovens para a ciência. Em 1969, a RASIT apoiou a formação de aproximadamente 21,5 mil estudantes, sendo 10,5 mil meninas. Nos dias de 10 e 11 de Fevereiro de 2015, representantes de várias entidades se reuniram na sede da ONU em Nova York e assim, criou-se uma declaração estabelecendo a data.

Esse ano no site oficial da ONU, a data ganhou destaque, apontando a exclusão de mulheres na ciência, no qual menos de 30% são mulheres atuantes nas áreas de engenharia, tecnologia e programação. Número bastante baixo se considerarmos as estatísticas. Se você ainda acha trinta por cento um número razoável, a ONU  e a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) alertam:

“Estimativas apontam que, para cada 20 vagas de trabalho perdidas no futuro, as mulheres ganhariam em retorno um posto na área de STEM. Entre os homens, a proporção é alarmantemente diferente — eles ganhariam uma vaga em STEM para cada quatro postos eliminados. Processos seletivos aprimorados, estratégias de retenção e de promoção da participação feminina, assim como programas de educação continuada para mulheres, poderiam ajudar a fechar essa lacuna.”

Para ajudar a aumentar e a promover a área, a USP ofereceu cursos de programação para meninas entre 10 a 18 anos, se você se interessa e se encaixa no perfil, você pode acessar as informações clicando aqui.

Mas por quê existem poucas mulheres nessas áreas? Desde pequenas, somos incentivadas a atividades que não estimulam o conhecimento. Enquanto meninos brincam com LEGO, ferramentas e outros brinquedos criativos; meninas brincam com bonecas e kits de cozinha reforçando o estereótipo e papéis de gênero, e que enquadra todas as meninas como delicadas e frágeis e, os meninos, inteligentes e ativos. O vídeo publicado pela ONU explica a importância da conscientização:

Fiquemos com a esperança de que a conscientização vá para o caminho certo, enquanto as mulheres que já atuam nas áreas, mando forças!

Ary Nicéia

Ary Nicéia

Apaixonada por livros, hqs, games, seus instrumentos musicais e batata. Metida a ilustradora e fotógrafa nas horas vagas. Futura desenvolvedora de games...

Todos os posts da Colaboradora »

Comenta aí!

Novidades por e-mail

Quer receber um boletim quinzenal com as principais novidades e produtos da nossa loja? Então assine nossa Newsletter abaixo. Não divulgaremos seu e-mail e não enviaremos SPAM, palavra de escoteira.