Em meados de 2017, a Wizards of the Coast divulgou que, em 2018, São Paulo mais uma vez receberia uma das edições do Grand Prix de Magic: The Gathering. O anúncio, que, por si, cria muita expectativa, foi ainda mais especial: neste ano, o jogo de cartas colecionáveis (do inglês “Trading Card Game”, ou, simplesmente, TCG) comemora seu 25º aniversário, portanto, uma das festas aconteceria em solo paulistano.

Grand Prix de Magic: The Gathering bate recorde de público em São Paulo

Outra novidade foi quanto à organização do evento. Ao contrário dos anos anteriores, em que a própria Wizards se incumbiu dos preparativos, a edição 2018 ficou a cargo da ChannelFireball, empresa californiana que comercializa o TCG, também conhecida por analisar coleções e publicar artigos sobre o tema.

Após quase um ano de espera, fãs de diversos países reuniram-se nos dias 6, 7 e 8 de julho na Expo Center Norte. A festa, que teve direito a bolo, foi à altura do esperado. Com aproximadamente 1500 jogadores, a comemoração entra para a história como o maior evento de Magic: The Gathering da América do Sul.

Grand Prix de Magic: The Gathering bate recorde de público em São Paulo

Além do torneio principal no formato Moderno, no qual houve premiação em dinheiro aos mais bem colocados, o público pôde desfrutar de muitas opções de competições paralelas na disputa por tix (uma espécie de moeda do jogo), que permitiam a troca por prêmios da “prize wall”, como bonés, camisetas, pacotes de cartas e playmats. Neste aspecto, vale a crítica: grande parte do estoque de prêmios tinha se esgotado já no segundo dia, e quem deixou para fazer as trocas na última hora não teve muita opção.

Nem isso ofuscou o brilho do evento, que contou, inclusive, com a presença de personalidades aclamadas no segmento. Esbanjando simpatia, os artistas Steve Argyle, Josu Hernaiz e Ryan Yee distribuíram milhares de autógrafos e artes personalizadas. Brian Lewis, conhecido pelo codinome “The Professor”, maior YouTuber de Magic do mundo, do canal Tolarian Community College, também esteve por lá, para delírio dos fãs – a tietagem era tamanha que foi impossível encontrá-lo sozinho pelos corredores.

Grand Prix de Magic: The Gathering bate recorde de público em São Paulo

Na noite do sábado, dia 7, Aaron Forsythe, Senior Design Director, e Doug Beyer, Principal Game Designer do Magic Creative Team, duas das mentes geniais por trás do jogo, responderam a perguntas sobre os acontecimentos marcantes dos últimos 25 anos e sobre o futuro do Magic.

Para Forsythe, o principal mérito do jogo é unir as pessoas. Ainda que a modernidade tenha trazido alternativas digitais, Magic manteve seu foco em cartas físicas que estimulam a interação, diferencial que, a seu ver, garantirá o sucesso desse TCG pelo próximo quarto de século.

Vem de Beyer, cientista da computação e filósofo por formação, o conselho para quem quer atuar na indústria de games: trabalhe duro, divulgue suas ideias e se destaque em tudo que fizer, pois a oportunidade surgirá. Modestos e acessíveis, eles ainda se dispuseram a jogar com o público ao longo dos três dias de evento.

Grand Prix de Magic: The Gathering bate recorde de público em São Paulo

Para fechar com chave de ouro, no domingo à noite – em meio à desmontagem de mesas, pelo avançar da hora – o chileno Jose Echeverria sagrou-se campeão do torneio principal com seu deck (ou baralho) Mardu Pyromancer, levando para casa o prêmio máximo de $ 10.000,00.

Grand Prix de Magic: The Gathering bate recorde de público em São Paulo

Enquanto não é feito o anúncio das localidades que sediarão a temporada de 2019, fica aqui nosso agradecimento à Wizards of the Coast, à ChannelFireball, aos ídolos que vieram ao Brasil, e à comunidade, por tornarem este Grand Prix inesquecível. Já estamos sentindo saudades.

Isis Duarte

Isis Duarte

Paulistana, advogada e nerd. Cinéfila em tempo integral e gamer nas horas vagas. Além de escrever para o Garotas Nerds, escreve para o Guik e é coapresentadora no canal de YouTube "Fazendo Nerdice".
Isis Duarte

Comentários

Comentários