“O medo é o caminho para o lado negro. O medo leva a raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento.”  Mestre Yoda 

Sem dúvidas, a figura mais icônica do universo Star Wars, é Darth Vader. Desde a sua capacidade, força e estratégia (ainda jovem), até a forma que se aliou ao lado sombrio da força, Darth Vader nos mostra que por trás de todo o seu ódio, existe ainda luz em seu interior. E este é um dos maiores ensinamentos que Star Wars nos proporciona.

E em comemoração ao Star Wars Day, nada melhor do que saber um pouco mais sobre a vida do vilão mais querido de toda a galáxia.

A história de Anakin Skywalker começa em Star Wars I: A Vingança dos Sith. Anakin vive um infância sofrida e pobre, como escravo de um comerciante em um planeta esquecido, a hostil Tatooine. Anakin se encaixa perfeitamente em todos os quesitos de uma criança heroica: órfão, criança de um grau inferior e oriundo de um planeta inóspito e desprezado.

Até a chegada de Qui-Gon Jinn, Obi Wan Kenobi e Padmé à Tatooine, Anakin e sua mãe vivem miseravelmente como escravos. Ao conhecê-lo, Qui-Gon Jin o reconhece como escolhido e resolve treiná-lo para o transformar em um verdadeiro jedi. O que mais se destaca em Anakin, são sua inteligência e astúcia. Afinal, ele mesmo é um inventor, e criou o tão querido C-3PO.

Anakin consegue sua libertação como escravo após competir no perigoso torneio de Pods, pois ele sabe manejar uma nave espacial, apesar da pouca idade. Anakin cresce, e se apaixona por Padmé Amidala, mas a relação dos dois é proibida. Se casam secretamente, e violam o código da Ordem. Durante todo esse tempo, começa a ter visões de que Padmé morreria no parto.

Motivado pelo medo, Anakin busca medidas para evitar esse destino. O Supremo Chanceler Palpatine, mentor do jovem jedi, afirma que o lado sombrio é um caminho para obter a habilidade e evitar a morte das pessoas. Dessa forma, evitaria a morte de sua amada Padmé. Confuso, cai nas tentações do lado sombrio, e o próprio Chanceler revela que ele próprio é um Lord Sith, Darth Sidious, e se dispõe à treiná-lo.

Anakin se torna a partir daí um Sith, rebatizado como Darth Vader. Padmé começa a notar mudanças em Anakin, e com a ajuda de Obi Wan, tenta de todas as formas fazer com que volte a ser como antes.

Mas é tarde demais. Obi Wan rastreia Anakin até o planeta Mustafar, e o confronto resulta em Anakin à beira da morte. O jovem Sith é mutilado no combate e tem grande parte do seu corpo queimado. Palpatine o resgata à tempo, reconstrói seu corpo para criar então o temível Darth Vader.

Após se tornar um Lord Sith, Vader comandou a erradicação da Ordem Jedi do Império. Permaneceu por décadas à serviço do imperador Darth Sidius, reforçando a vontade de seu mestre em aniquilar a Aliança Rebelde; que lutava contra as forças do Império na Galáxia.

Vader atua como o temido agente de Palpatine. Ele caça os Jedis fugitivos que escapam da Ordem 66, além de perseguir inimigos do Império. Trabalha também com o cruel Grand Moff Tarkin na supervisão da construção da Estrela da Morte e no massacre à Resistência.

Quase 19 anos após sua luta com Obi Wan, Darth Vader ainda continua alimentando seu ódio e tirania, desencadeando uma Guerra Cívil Galáctica. A Aliança Rebelde rouba os planos da Estrela da Morte, e Vader lidera um ataque a uma nave supostamente rebelde. A princesa Leia Organa , líder rebelde, esconde as fitas de dados, e um pedido de ajuda, dentro do dróide mais querido da galáxia, o R2-D2. Envia-o à Tatooine, em busca de Obi-Wan Kenobi.

Darth Vader e seus Stormtroopers matam todos à bordo, exceto a Princesa Leia, levando-a à Estrela da Morte para interrogá-la.

Leia se mostra resistente a uma sondagem mentalmente, Obi Wan chega com Luke Skywalker, Han Solo, Chewbacca e C-3PO. Vader e Obi-Wan se confrontam pela última vez, com o Sith exterminando seu antigo mestre jedi. Luke, Leia e os outros fogem, mas Vader coloca secretamente um rastreador na nave, com o intuito de descobrir o esconderijo.

A Estrela da Morte se aproxima, e os rebeldes montam um ataque. Vader e seus aliados são atacados pela Millennium Falcon .

Darth Vader fica obcecado em encontrar Luke Skywalker após a destruição da Estrela da Morte. Ele finalmente localiza a base rebelde no planeta Hoth.

Após a perseguição, Luke duela com Vader. Luke é lançado aos escombros e por fim tem sua mão decepada. De todas as formas, Vader tenta convencer Luke a se voltar para o lado sombrio, revelando que é seu pai.  Em um ato de desespero, Luke se lança em um abismo profundo.

Luke, acredita que ainda existe algo de bom em seu pai, e vai até ele. Em conflito, Vader traz Luke à presença do Imperador, e o mesmo indica um duelo entre pai e filho. Luke supera Vader, e corta-lhe a mão. Aproveitando a situação, Palpatine orienta Luke a matar o próprio pai, mas ele não aceita e joga seu sabre de luz fora.

Vader defende seu filho do ataque do imperador, e consegue destruir o Sith,  mesmo estando muito debilitado.

Seu ato final de redenção, restaura sua consciência como Anakin Skywalker, e ambos têm seus últimos instantes juntos como pai e filho.

Um final trágico e emocionante, antes de Vader aceitar sua morte pacificamente.

E por amor, mais uma vez Vader nos mostra que o vilão nem sempre é aquele com a maldade convicta em seu coração. Mas sim, aquele que é incompreendido e não tem outras escolhas para determinadas atitudes.

Fonte: br.starwars.com

Mayra Benedetti

Mayra Benedetti

Apaixonada por livros e hq's.Colecionadora de funkos e gatos. DCnauta assumida.
Tenho a Mulher-Maravilha como inspiração.
Amo Star Wars, Harry Potter e Senhor dos Anéis.
Mayra Benedetti

Comentários

Comentários