O casarão italiano que foi destaque no filme Me chame pelo seu nome está à venda e pode ser sua.

Após ganhar o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado no BAFTA 2018, a adaptação cinematográfica foi indicada a quatro categorias do Oscar 2018: Melhor Filme, Melhor Ator para Timothée Chalamet, Melhor Canção Original (“Mystery of Love”, de Sufjan Stevens) e Melhor Roteiro Adaptado para James Ivory, levando a estatueta nesta última categoria.

Casarão de "Me chame pelo seu nome" está à venda

A vila italiana é datada do século XVI, localizada em Cremona, comuna da região de Lombardia, no norte da Itália e possui 1400 m².
A mansão possui 14 quartos, 7 banheiros (incluindo o azul destaque no filme), varandas, terraços, inúmeras lareiras e um incrível jardim – onde aconteceram os flertes e jantares em família no filme – ao lado da piscina, e um afresco no teto pintado por Aurelio Busso no salão principal. Há mais fotos e informações disponíveis para ver no House and Loft.

O diretor do filme, Luca Guadagnino, disse à Architectural Digest: “Eu conhecia essa casa há muitos anos; eu até sonhei em comprar aquela casa. Eu sabia onde eu iria definir a ação do filme – este lugar com charme desbotado e aristocrático…”

casa call me by your name

O filme é uma adaptação do livro de André Aciman (Call me by your name), um romance cheio de descobertas, amor e inseguranças. Elio se apaixona por Oliver, um rapaz americano que foi convidado pelo seu pai, Mr. Perlman, a passar um verão em sua casa acompanhando seus estudos e auxiliando nas pesquisas.

Atualmente, o preço pedido pela casa é de € 1,7 milhão de euros (equivalente a “apenas” R$ 6,8 milhões de reais).

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

casa call me by your name

Gabriela Munhoz

Gabriela Munhoz

Arquiteta, amante de nerdices e das artes em suas diversas manifestações. Curiosa e desastrada. Apaixonada por corujas, não nega um sorvete e coleciona lápis de cor. Bom humor é essencial!
Gabriela Munhoz

Comentários

Comentários