A primeira mulher cientista documentada, foi Hipátia de Alexandria, viveu entre 350 à 415. Matemática, astrônoma e filosofa foi arrastada por cristãos, torturada e morta. Sua história nos mostra lições de feminismo e tolerância.