Para quem não sabe, Otaku é um termo utilizado para definir pessoas que gostam de animes, mangás e cultura oriental no geral. No Japão, algumas pessoas consideram os otakus, pessoas obcecadas, viciadas por determinadas coisas, ou seja, que acabam tornando prejudicial a vida da pessoa. Mas, não é nosso caso, não é mesmo?

A intenção da Quinta Otaku é trazer um novo conteúdo, voltado para a cultura oriental, que tem muito contribuído para a cultura pop do mundo todo. Lembram do post da Liga da Justiça que eu contei que em um trecho do filme, tocou uma música de k-pop da girl-band BlackPink?

Quinta Otaku: Qual seu momento de coragem?




Pois bem, o escolhido para estreiar o post de hoje é um quadrinho que foi lançado lá na CCXP, com o título “Um Mar de Coragem” e de autoria de Patrícia Hikari e ele me surpreendeu.

Um mar de coragem foi o escolhido tanto pelo seu design quanto pela história que ele carrega. Sua encadernação é em estilo japonês, totalmente artesanal (e ainda havia opções da cor da decoração para você escolher). A história que o quadrinho carrega é a história dos bisavós da Patrícia, que vieram lá do Japão para o Brasil e precisaram de um grande fator para conseguirem vir para cá: coragem.




Quando me foi apresentado o quadrinho, a primeira coisa que eu imaginei com toda a apresentação: o design, o quadrinho misturado com flipbook, ou seja, depois de algumas páginas, ele vira uma animação, e ainda uma recomendação de música de fundo, eu já imaginei que iria chorar horrores de tristeza. Mas, pelo contrário, terminei com um grande sorriso no rosto e com uma grande vontade de também dar um primeiro passo e reencontrar minha própria coragem.

Com traços simples, páginas em preto em branco e elementos já descritos anteriormente que se complementam como um conjunto, “Um Mar de Coragem” emociona o leitor e enche o peito de sensações como um mar pronto para ser navegado, mas sempre em frente e em busca de um novo.

Me identifiquei com as história dos bisavós da Patrícia porque meus bisavós também vieram do Japão para o Brasil, mas infelizmente, a cultura oriental da minha família foi se perdendo aos poucos ao passar das gerações e somente eu possuo um interesse. Com o Quinta Otaku, espero espalhar o trabalho não só do pessoal que está lá em terras do sol nascente, mas também em terras brasileiras, que buscam contar suas histórias e trazem para cá a cultura de outros povos.

Para conhecer mais sobre o trabalho da Patrícia, você pode segui-la em seu instagram: @patyhikari




Drielly Rigotti Yamada
Follow me

Drielly Rigotti Yamada

Escorpiana desde 1993, é advogada e apaixonada pela cultura oriental. Vive entre o mundo da moda, das nerdisses e das Leis.
Instagram: @heydry
Drielly Rigotti Yamada
Follow me
  • 82
    Shares

Comentários

Comentários