Vocês já viram aqui no blog que o anime Your Name chegou ao Netflix. Agora é hora de saber um pouco mais sobre esse fenômeno mundial!

“Mitsuha Miyamizu (Mone Kamishiraishi) é uma jovem que mora no interior do Japão e que deseja deixar sua pequena cidade para trás para tentar a sorte em Tóquio. Enquanto isso, Taki Tachibana (Ryûnosuke Kamiki), um jovem que trabalha em um restaurante italiano em Tóquio, deseja largar o seu emprego para tentar se tornar um arquiteto. Os dois não se conhecem, mas estão direta e misteriosamente conectados pelas imagens de seus sonhos.”

Quinta Otaku: Crítica - Your Name

A união entre Mitsuha e Taki é o que move todo o filme e não existe nenhum motivo aparente para acontecer, decorrendo diversas vezes durante o filme e de forma involuntária à vontade dos personagens. É como o filme “Se eu fosse você…” na versão japonesa, mas que ocorre diversas vezes e tem uma menor duração.




É divertido ver como os personagens reagem quando percebem que estão com seus corpos trocados, principalmente por serem de sexos opostos. Há algumas cenas específicas que são o auge do cômico. Quando Mitsuha e Taki percebem que estão trocando de corpos, eles precisam aprender a lidar com aquela situação, e vemos durante algumas cenas, os modos que eles lidam com as pessoas ao redor deles, com eles mesmo e a ligação que passam a criar entre eles, mesmo não se conhecendo pessoalmente e que nunca tenham se visto, trazendo essa experiência apenas por terem vivido em seus corpos.

Quinta Otaku: Crítica - Your Name

O filme mostra muito sobre a cultura oriental de uma cidade do interior, da qual Mitsuha quer sair e ir morar na tão sonhada, cosmopolita e tecnológica Tokyo, onde está Taki. Além disso, o filme está repleto de misticismos e ensinamentos sobre a vida e até mesmo sobre o amor. Um dos mitos orientais famosos abordados no anime é o do “akoi ito”, ou seja, a do fio vermelho que une o destino de duas pessoas em uma vida e que é representado durante o anime (preste bem atenção ao assistir- é linda a representação!)

Your Name possui uma fotografia belíssima, que transforma o ato de assistir o filme em uma grande experiência e uma fotografia envolvente, que você pode conferir no Spotify:

Será que estamos no controle do nosso destino? Será que podemos interferir de alguma forma no destino daquele que amamos? O fim de Your Name é capaz de fazer qualquer pessoa ficar sem respiração durante alguns segundos. Por sorte, consegui assistir no cinema em uma das poucas exibições no Brasil, e na minha experiência, a sala de cinema ficou em silêncio e todo mundo soltou um “nossa!” – seguido de espectadores chorando de emoção.




Não é atoa que Your Name fez o sucesso Japão afora, conquistando até mesmo os estadunidenses. E o sucesso foi tão grande que virou mangá, que já conta com dois volumes, distribuídos aqui no Brasil pela JBC e que logo virarão posts aqui no blog!

Drielly Rigotti Yamada
Follow me

Drielly Rigotti Yamada

Escorpiana desde 1993, é advogada e apaixonada pela cultura oriental. Vive entre o mundo da moda, das nerdisses e das Leis.
Instagram: @heydry
Drielly Rigotti Yamada
Follow me
  • 313
    Shares

Comentários

Comentários